Releases Releases

Resultado do Sicoob avança 9% no primeiro semestre

Cooperativas financeiras alcançaram R$ 1,3 bilhão, maior resultado da história do Sistema Sicoob em um semestre

Já o patrimônio líquido somou R$14,9 bilhões, um salto de 15,8% em relação ao 1S15. Os ativos totais alcançaram R$ 68,8 bilhões no primeiro semestre de 2016, evolução de 23,4% ante os R$ 55,8 bilhões registrados em igual período do ano passado. Os depósitos somaram R$ 43,6 bilhões, aumento de 22,2% em relação a à 2015, com destaque para os depósitos a prazo e de poupança, que evoluíram 29,6% e 9,3%, respectivamente. Para efeito comparativo, as cinco principais instituições financeiras privadas do Brasil apresentaram retração de 18% no lucro líquido no período.

"Mesmo em um momento de incertezas na economia Brasileira, o modelo de negócio das cooperativas financeiras vem mantendo sua expansão, o que denota a solidez e a capacidade de adaptação às condições do mercado", afirma o presidente do Sistema Sicoob, Henrique Castilhano Villares.

Em consonância ao mercado, as transações por mobile e internet, apresentam-se em franca expansão, representando 64% do total de transações. Com o mobile, o avanço foi de 28%, e internet, 36%. Em 2012, estes canais concentravam apenas 29% das transações.

Outro destaque do período foi o crescimento da rede atendimento, presente em todos estados brasileiros, com crescimento de 6,4%, alcançando 2.486 pontos. Foram 149 novos de pontos de atendimento foram adicionados à rede Sicoob.

Em número de associados, o Sistema tem se mostrado atrativo, com aumento de 9,8%, somando 3,4 milhões de pessoas ao final do primeiro semestre.

Outro marco do primeiro semestre foi a adesão de uma nova Central em São Paulo, o Sicoob UniMais. A filiação faz parte das estratégias do Sicoob de consolidar sua posição de liderança no Cooperativismo Financeiro Nacional, além de ser baseado no plano de expansão e ganho de escala. Assim, com a união, a instituição somou 61 pontos de atendimento localizados nas mais diversas cidades do interior paulista, litoral e também grande São Paulo; R$ 1,3 bilhão de ativos totais; R$ 703 milhões de operação de crédito; R$ 1,1 bilhão de depósitos totais; R$ 191 milhões de patrimônio líquido; e 40 mil associados.

Com esses números, o Sistema alcança, neste semestre, R$ 70,1 bilhões em ativos, R$ 36,9 bilhões em operações de crédito, R$ 44,7 bilhões em depósitos (à vista e a prazo) e R$ 15,1 bilhões em patrimônio líquido. Além disso, o número de associados cresceu 11% e a rede de atendimento já chega a 2.548 pontos com a entrada da Central.